Passar para o conteúdo principal

Criação Artística, Práticas e Políticas Culturais

Descrição

O Subgrupo Criação Artística, Práticas e Políticas Culturais desenvolve o seu trabalho em torno análise da criação artística, das práticas e políticas culturais, a partir dos quadros teóricos e metodológicos da sociologia da cultura, em estreita convergência com a sociologia da juventude, a sociologia urbana e a sociologia das etnicidades.

No quadro mais vasto do estudo das recomposições sociais, cultura e território, o subgrupo possui, ainda, uma dinâmica de trabalho transversal consolidada no domínio de estudo das relações entre recomposições sociais e práticas culturais.

São quatro os objetivos principais deste subgrupo de investigação:

O primeiro consubstancia-se no projeto As Políticas Culturais: Análise sociológica e Teoria Normativa e desenvolve-se como uma plataforma que acolhe e articula as múltiplas pesquisas conduzidas no país sobre as políticas culturais.

O segundo analisa os modos de relacionamento entre a criação artística e a contemporaneidade portuguesa, tomando por referência o modo como se desenvolvem expressões musicais alternativas, no quadro das culturas juvenis urbanas e o modo como, em diferentes disciplinas e linguagens artísticas, se enunciam e comunicam diversas interpretações sobre o presente e o futuro próximo, e se tecem discursos sobre a(s) identidade(s) portuguesas.

O terceiro objetivo centra-se nos processos criativos e organizacionais, no meio artístico, dando especial destaque à relação entre corporalidade e performatividade nas artes do espetáculo e às formas de organização de trabalho e de provisão e circulação de bens em organizações artísticas, públicas, privadas ou do chamado terceiro setor.

O quarto objetivo explora as inter-relações dos processos culturais e dos contextos sociais, de que o estudo da Orquestra Geração, isto é, dos processos de integração social criticamente assentes em oportunidades e métodos de aprendizagem e expressão musical erudita, é um dos exemplos significativos. As atividades previstas incluem a análise crítica do desenvolvimento (e da ideologia) das chamadas indústrias criativas, assim como a indagação das potencialidades do espaço público para a afirmação, disseminação e ancoragem social de linguagens e eventos criativos.

Contactos

Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Via Panorâmica, s/n
4150-564 Porto, Portugal

Telefone: +351 226 077 132
Email: isociologia@letras.up.pt

 

Outros Contactos

 

fct-logo

Ref.: UIDP/00727/2020

Ref.: UIDB/00727/2020

flup-logo