Passar para o conteúdo principal

Família, envelhecimento e género

Descrição

Este subgrupo analisa sociologicamente a problemática da Família, Envelhecimento e Género no quadro mais vasto do estudo do trabalho, família e políticas sociais. O subgrupo organiza, assim, o seu trabalho em temáticas de investigação comuns às áreas do trabalho, emprego, profissões e organizações, nomeadamente: formação de políticas sociais nos domínios da família e da articulação entre a vida familiar e o emprego; inter-relações e impactos das políticas laborais e das políticas para a família; dinâmicas demográficas, redes de apoio às pessoas idosas, igualdade de género e dinâmicas de relacionamento intergeracional.

A atividade do subgrupo está organizada em quatro objetivos estratégicos.

O primeiro refere-se a mudanças nas famílias e resiliência, centrando-se no desenvolvimento dos indivíduos e das relações entre famílias e destacando as mudanças nos modelos de formação de famílias e os impactos dessas mudanças na configuração do espaço doméstico e no leque de tarefas tradicionalmente a cargo das famílias em matéria de educação das novas gerações. Adicionalmente, este objetivo inclui a análise do conflito no interior das famílias, com ênfase na violência doméstica (contra mulheres, crianças, pais e idosos).

O segundo objetivo estuda o envelhecimento no reduto doméstico e na comunidade. A investigação sobre este tópico foca-se essencialmente na análise da organização da vida na velhice, em especial quando estão em causa situações de dependência e fragilização social. Este objetivo implica o desenvolvimento de diversos projetos, designadamente: abuso de idosos – perfis de risco e fatores determinantes na família e em contextos institucionais; envelhecimento em territórios urbanos – trajetórias de envelhecimento em territórios diferenciados.

O terceiro objetivo refere-se à promoção da participação e da inclusão nos seus sentidos mais amplos e tendo em consideração as diversas relações sociais e atividades socioeconómicas: conciliação da vida familiar com a participação no mercado de trabalho; transição do mercado de trabalho para a reforma; aprendizagem ao longo da vida e envelhecimento ativo; idadismo e participação de trabalhadores mais velhos no mercado de trabalho; migrações e seus impactos nas relações intergeracionais; assistência e proteção social na velhice.

O quarto objetivo direciona-se para o estudo da qualidade e sustentabilidade dos sistemas de proteção social. Estudam-se, em especial, os trade-offs e caminhos alternativos de reforma e modernização dos sistemas de proteção social e a sustentabilidade destes sistemas, designadamente num país, como Portugal, que tem uma história institucional de proteção social de tipo tradicional.

Este Subgrupo é coordenado por: Maria Cristina Pereira da Cunha Mocetão

Contactos

Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Via Panorâmica, s/n
4150-564 Porto, Portugal

Telefone: +351 226 077 132
Email: isociologia@letras.up.pt

 

Outros Contactos

 

fct-logo

Ref.: UIDP/00727/2020

Ref.: UIDB/00727/2020

flup-logo