Passar para o conteúdo principal

Entre Estruturas e Agentes: Padrões e Práticas de Consumo em Portugal Continental

Entre Estruturas e Agentes: Padrões e Práticas de Consumo em Portugal Continental

Descrição

CRUZ, Isabel (2013). Entre Estruturas e Agentes: Padrões e Práticas de Consumo em Portugal Continental. Porto, Edições Afrontamento.

 

SINOPSE

As práticas de consumo assumem particular relevância nas sociedades contemporâneas que são, por excelência, sociedades de consumo. A análise das práticas de consumo apresentada neste livro, ancora-se na Teoria da Prática e nos seus prolongamentos críticos, em especial a tese do actor plural. A partir deste enquadramento desenvolve-se uma análise pluriperspectivada do consumo enquanto prática social cujo objectivo é compreender os grandes constrangimentos estruturais que (de)limitam as práticas de consumo e, simultaneamente, as culturas subjectivas, os estilos de vida e os projectos que, ao nível inter e intraindividual, exprimem e alargam campos de possibilidades efectivamente vividos. Esta análise abarca, também, os contributos das principais correntes ao nível da sociologia do consumo que desenvolve através de uma abordagem empírica focalizada no cruzamento entre estruturas e singularidades.
O percurso teórico-metodológico, caracterizado por um eclectismo metodológico, permite:
i) identificar as mudanças ao nível dos padrões de consumo em Portugal (1967 a 2006);
ii) compreender através dos estudos de caso (listas de despesa e retratos sociológicos) os processos sociais através dos quais os sujeitos atribuem sentido às suas práticas.
Neste sentido, este livro constitui um pequeno passo que abre novas perspectivas para a Sociologia do Consumo em Portugal.

 

Ano de Publicação
2013
Autores

Contactos

Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Via Panorâmica, s/n
4150-564 Porto, Portugal

Telefone: +351 226 077 132
Email: isociologia@letras.up.pt

 

Outros Contactos

 

fct-logo

Ref.: UIDP/00727/2020

Ref.: UIDB/00727/2020

flup-logo