Passar para o conteúdo principal

Recomposições sociais e territórios

Descrição

O Subgrupo Recomposições Sociais e Territórios desenvolve o seu trabalho em torno do estudo dos processos de recomposição social e de estruturação das desigualdades segundo uma lógica de inscrição territorial, com foco na Região Norte e a partir dos quadros teóricos e metodológicos da sociologia das classes e da estratificação, em estreita convergência com a sociologia urbana, a sociologia da educação, a sociologia das etnicidades, a sociologia das religiões e a sociologia política.

No quadro mais vasto do estudo das recomposições sociais, cultura e território, o subgrupo possui, ainda, uma dinâmica de trabalho multidisciplinar e transversal consolidada no domínio de estudo das relações entre recomposições sociais, processos de simbolização e interação discursiva e práticas culturais.

A atividade do Subgrupo está organizada em função de quatro objetivos estratégicos.

O primeiro visa aprofundar o conhecimento de vários aspetos da transformação do modelo de desenvolvimento português, nomeadamente os que se referem à evolução organizacional e tecnológica, à (des)industrialização e às mudanças operadas em setores de atividade tradicionais.

Dando continuidade a um conjunto de investigações que tem procurado captar as incidências da crise económica e social na Região Norte, o segundo objetivo passa por aprofundar o estudo sociológico da inscrição social dos processos mencionados no objetivo anterior, com vista à disponibilização de conhecimento sobre os domínios das recomposições sociais em espaços diferenciados, com referência a transformações económicas, sociais e culturais recentes impostas precisamente pela crise e exploração de dimensões da realidade associadas à organização e ação do Estado e das políticas públicas.

Um terceiro objetivo incide sobre o estudo da literacia e das interações discursivas na sua relação com os processos de recomposição social. São desenvolvidos neste âmbito pesquisas centradas na leitura e na literacia digitais, nas práticas linguísticas em contextos sociais diversificados, na produção, elaboração e disseminação de discursos e estratégias discursivas e na articulação entre processos de simbolização e elaboração discursiva e mobilização político-ideológica.

O quarto objetivo situa-se no domínio do simbólico, fundamentalmente o religioso, e tem como objetivo dar continuidade ao estudo, por um lado, da especificidade do catolicismo português e, por outro lado, da reconfiguração da paisagem religiosa em Portugal, transformação que se cruza com fenómenos de mobilidade geográfica e social e com a emergência de lógicas de mercado. Este objetivo estabelece-se ainda através do estudo das articulações do fenómeno religioso com o Estado e o domínio político.

Este Subgrupo é coordenado por: João Queirós

 

Contactos

Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Via Panorâmica, s/n
4150-564 Porto, Portugal

Telefone: +351 226 077 132
Email: isociologia@letras.up.pt

 

Outros Contactos

 

fct-logo

Ref.: UIDP/00727/2020

Ref.: UIDB/00727/2020

flup-logo