Apresentação

O Instituto de Sociologia da Universidade do Porto nasce em 1989 com o intuito de promover a investigação nesta área específica do conhecimento, convocando, igualmente, o património de outras ciências sociais.

Articulando os seus objetivos e atividade com os do Departamento de Sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, o Instituto de Sociologia abre-se à região e ao país como catalisador de debate e inovação científicas.

Em 2002, passou a integrar a rede de unidades científicas da Fundação para a Ciência e a Tecnologia do Ministério da Educação e Ciência, tendo vindo a cumprir, em especial a partir dessa data, um trajeto de crescimento e qualificação que se traduz numa intensa atividade, desenvolvida quotidianamente por mais de trinta Investigadores e Investigadoras integradas, diversos doutorandos e doutorandas apoiadas pela FCT e mais de quarenta Investigadores e Investigadoras colaboradoras.

Múltiplos projetos têm sido desenvolvidos, envolvendo uma vasta rede de parcerias, em particular com instituições públicas e associações. A área do desenvolvimento e das políticas públicas constitui um dos eixos transversais mais trabalhado.

Centrado na investigação fundamental e na prestação de serviços de relevância social, o Instituto de Sociologia pretende criar dinâmicas cada vez mais ativas de envolvimento com a comunidade, a par da divulgação alargada dos resultados das pesquisas, de forma a captar novos públicos para o conhecimento científico e, em particular, para a abordagem sociológica da realidade.